quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Razões de viver

Ora nos entendiamos, choramos, reclamamos e no inconsciente
marcamos o encontro da vida.
O que nos faz sentir o desejo, que se manifesta nos sonhos
se realiza nos encontros e se transforma na razão de seguir.
Deixo o corpo dolorido ao se manifestar o desejo
sinto o frenesi do corpo que se apresenta
e suavemente digo...
Vem, entregas teu sonho à meu sonhar
e transforma seu desejo em razão de viver...
Deixa a sensualidade do teu corpo se manifestar e se alegra, sabedora que és do meu desejo...

Desejos ressurgidos

Como lava de vulcão mostrou sua força...
Na sensibilidade do recato me encantou
e no desejo secreto adormecido veio com
determinação avassaladora ao meu encontro.
Surgistes calma, mas escondia o sonho do desejo
guardado no tempo...
Que o carinho fez ressurgir e nesse instante se manifesta
para que os corpos se encontrem e completem o ciclo
do prazer...