segunda-feira, 27 de abril de 2015

Quando o coração fala

Num lugar distante, percebi seu vulto que surgia...
Num mistério indecifrável se aproximas com ternura, deixa teu encanto tomar conta de mim...
Entrega teu espirito e se deixa levar pela vontade incontida do corpo que longe clama de prazer.
A cada instante nos aproximamos mais e surges radiante, com tua beleza brejeira...
Tens o encanto da ninfa, a experiência da sabedoria e a vontade da amante...

É assim que te espero, para unirmos os corpos num bailado louco, onde só importará o prazer.