quarta-feira, 27 de maio de 2015

Névoa sublime

Ao amanhecer vejo o surgimento do dia...
Entre raios que brilham, sinto seu ser que surge...
Numa névoa sublime que me encanta e me faz reviver.
Assim deixo o dia seguir seu rumo
e no início da noite, quando a esperança se dissipa...
deixo meus sonhos procurarem pelo seu encanto num mundo de sonhos.

terça-feira, 19 de maio de 2015

Um amor que nasce

Surgistes do nada...
Se instalou como deusa...
Amou como louca...
Sentiu como santa...
Pediu um afago...
ofertou seu corpo...
Deitou na lascívia...
gemeu de prazer...
E agora, de longe observa e espera 
o momento em que esse amor, 
de seu grito de nascimento