terça-feira, 19 de maio de 2015

Um amor que nasce

Surgistes do nada...
Se instalou como deusa...
Amou como louca...
Sentiu como santa...
Pediu um afago...
ofertou seu corpo...
Deitou na lascívia...
gemeu de prazer...
E agora, de longe observa e espera 
o momento em que esse amor, 
de seu grito de nascimento