quarta-feira, 26 de julho de 2017

Fuga inglória

Fugir pra onde? Do que escapar? Se esconder de que? Ninguém se esconde, engana ou foge. O mundo é completo, todos e tudo pertence à terra e nela ficarão e a terra é do universo e ele é completo, único, diverso. Quem pensa que engana enganado está. O que pensa fugir se revela, só existe a verdade, pois a mentira por si só já é falsa. Conhece a vida é a morte, a dualidade da existência que tudo cria e se manifesta, tal qual meu sentimento, puro, sensato, mesmo quando se revela é a manifestação do amor, permanente no meu ser! Vamos dar um tempo, quando ouço isso pergunto que tempo alguém pode me dar. Meu dia é completo, minha vida é cheia. Vivo todos os segundos, tenho medo de ser infeliz, tenho receio de te ver triste. Sou dependente da vida e vivo os meus dias com o que tenho. Não pode me dar um tempo. Melhor usar o tempo que temos para viver, cuidando um do outro com alegria e tristeza, desfrutando o que temos, mas não pode me dar um tempo. Pode me beijar na boca, explodir de tesão, sorrir ou chorar, mas não pode me dar um tempo. Eu posso te amar com ternura, preparar um prato delicioso, mas não posso te dar um tempo. Não tenho mais tempo, só vivo o agora com aquilo que tenho, pois se não tenho mais tempo, como posso te dar o tempo que me pedes, enquanto larga tudo o que poderia te dar, o meu amor. A amor se manifesta naturalmente, numa sincronia perfeita. Contemplo o amor no vôo do pássaro, na beleza da flor, no canto da criança que alegra a vida. Vejo amor na amizade sincera, no beijo roubado na onda do mar. Participo do amor na lavoura que alimenta, na fruta doce, no cavalo indomável. O amor é constante, natural, puro, despojado. O amor somos nós! Um torpor invade meu ser, o toque de minhas mãos buscam deslizar suavemente sobre sua pele. Sentir sua boca forte explorando meu corpo é divino. É um novo tempo uma nova etapa a cumplicidade é melhor, o querer novo o gosto ainda está no paladar e a vida se renova. Um momento mágico no viver constante da existência nos aproximando para viver. A noite é amiga e logo se vai deixando o prazer flutuando no ar... Um brilho novo surgiu deixando o dia mais claro. Um raio de luz atravessou minha existência mudando conceitos, renovando esperança. No horizonte da vida se descortina um novo alvorecer, que se transforma na razão de existir, para dar alento ao sonho de um homem. Não basta a vontade, ser bom, paciente, sereno, calmo e compreender se não tiver esse brilho a iluminar a vida do sonhador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão analisados antes de serem publicados. Ofensas de qualquer natureza não serã aceitas, porém poderão ser direcionadas ao autor.
Obrigado